O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Jamaicana que foi a duas Olimpíadas é vista como mendiga pedindo esmola Representante do país no lançamento de dardo nos Jogos de Sydney e Pequim, Olivia McKoy está há seis anos vivendo como sem teto. Ex-atleta clama por ajuda em vídeo

Por Rio de Janeiro
Um dos principais nomes do lançamento de dardo da Jamaica e com duas Olimpíadas na bagagem, Pequim 2008 e Sydney 2000, Olivia McKoy foi encontrada pedindo esmola nas ruas de Mandeville, capital da paróquia jamaicana de Manchester. Aos 43 anos, a ex-lançadora tem vivido como mendiga, sem uma casa para morar há seis anos. Sem receber ajuda do governo de seu país e aposentada do esporte, Olivia ainda continuou competindo em provas na Jamaica, porém, desistiu da carreira devido à condição financeira. 
Olivia McKoy, representante da Jamaica em duas Olimpíadas, é vista nas ruas pedindo esmola - atletismo (Foto: Reprodução)Olivia McKoy, representante da Jamaica em duas Olimpíadas, é vista nas ruas pedindo esmola (Foto: Reprodução)
Olivia foi reconhecida  em 11 de novembro por um fotógrafo, que gravou um vídeo com a ex-atleta do lançamento de dardo, aposentada em 2008. Entre os pontos altos de sua carreira, está a medalha de bronze nos Jogos da Comunidade Britânica de 2006. Com medo da violência, ela teme pela sua vida e tem tido dificuldades para enxergar a luz no fim do túnel. 
Há dois anos e meio sem falar com o filho, com quem dividiu uma casa no passado, ela também espera reunir a família. Quando viviam juntos, a casa foi assaltada e Olivia foi atingida na cabeça com uma pedra. Desde então, a sua vida piorou bastante. Ela conta que as suas economias ao longo da carreira serviam para a compra de equipamentos e para os treinos no atletismo. 
Hoje, o sonho da jamaicana é treinar e dar aulas para crianças e adolescentes que sonham em trilhar os seus passos no esporte. Outra ambição é angariar fundos para a comprar de um apartamento e dar fim aos dias de sem teto pelas ruas de Mandeville, no condado de Middlesex. A ideia do fotógrafo que a filmou é ajudá-la não só a ter uma casa, mas também a ter comida e ir a um hospital realizar exames para avaliar o seu quadro de saúde. 
Postar um comentário