O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Rhuann lamenta situação do River-PI e repensa futuro cercado de "incertezas" Aumento salarial e falta de conversas com dirigentes do Galo podem determinar saída de jogador que diz acumular propostas. Atacante aguarda definição do clube

Por Teresina


Rhuann River-PI (Foto: Erica Paz/River AC)Indefinição da diretoria do River-PI força Rhuann a pensar em possível futuro fora do clube tricolor (Foto: Erica Paz/River AC)
A falta de garantias de futuro no River-PI colocou em xeque a permanência de Rhuann no elenco tricolor de 2017. Com contrato vigente até final de dezembro deste ano e sem nenhuma certeza de permanência, restou ao atacante começar a pensar sobre sua carreira. O jogador revelou, nesta terça, que vários fatores podem atrapalhar sua renovação com o Galo Carijó e que, por meio de seu empresário, recebeu propostas de outros clubes. A reportagem não conseguiu contato com os representantes do Tricolor do Piauí para falar sobre a situação do jovem atleta.  
- O tempo está passando, meu contrato vence em dezembro e ainda tem essa questão dos salários atrasados. Vivo de incerteza e, por conta disso, comecei a "mover os pauzinhos". Pela situação que o clube está eu não posso esperar sem ter certeza. Não tive nenhuma conversa oficial com a diretoria ainda. A única resposta que tive foi de um diretor que disse que o clube precisava de mim, mas até agora nada – desabafou o atacante.  
Desde 2013, Rhuann faz parte do time profissional do River-PI. Tricampeão com o Galo, o atacante vestiu, no segundo semestre deste ano, a camisa do Comercial-PI, por empréstimo, onde foi vice-campeão da Série B e levou o time de Campo Maior à elite do estadual. O jogador lamentou a situação do time da capital piauiense.  
Rhuann River-PI (Foto: Joana D'arc)Formado na base do River-PI, Rhuann vê impasse de aumento salarial dificultar permanência no clube (Foto: Joana D'arc)
- Eu tenho dois filhos e não posso esperar.  Além de tudo tem essa questão de salários atrasados. Recebi propostas do Guarani de Juazeiro, Formosa-MG, Açu-RN e de um time de Brasília, mas ainda não acertei com nenhum porque estou aguardando o River-PI – finalizou.  
Desde o rebaixamento à Série D, a diretoria do River-PI adotou a lei do silêncio. A situação financeira do clube foi determinante, segundo dirigentes, para o descenso. Mesmo com todo o tormento tricolor vivido no fim da temporada, o Galo tem pela frente um calendário cheio no próximo ano. Com as disputas das Copas do Brasil do Nordeste, Campeonato Piauiense e Série D no calendário, o clube segue sem planejamento definido para 2017. 
Postar um comentário