O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 27 de novembro de 2016

Roger diz que Vasco não deve "copiar" Botafogo, mas precisa "mudar tudo" Comentarista do SporTV critica excesso de jogadores acima dos 30 anos no elenco cruz maltino. Lédio Carmona fala que prioridade em 2017 é se manter na Série A

Por Rio de Janeiro


Garantido o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, é hora de pensar em como não repetir o drama de 2015 e se manter na divisão de elite do futebol nacional. De acordo com Roger Flores, não há uma "receita de bolo" para o sucesso em 2017, nem mesmo fazer igual a quem saiu recentemente da segunda divisão e já postula uma vaga na Copa Libertadores. Para o ex-jogador e atual comentarista do SporTV, baseado na alta média de idade do Vasco, o clube precisa "mudar tudo" no ano que vem (assista ao vídeo).  
- O futebol não é uma ciência exata. Não acho que seguir o exemplo do Botafogo seja um modelo de gestão para o Vasco da Gama. O Botafogo colocou os pés no chão, mas todo mundo dizia que o time ia torcer até o final do campeonato. O Botafogo surpreendeu todo mundo depois da saída do Ricardo Gomes, sem peças tecnicamente expressivas para comandar um time de futebol. O Jair Ventura arrumou a equipe de tal maneira que arrancou e está prestes a conseguir uma vaga na Libertadores. É difícil encontrar uma fórmula. O que o Vasco pode tentar fazer é, primeiro, mudar tudo. Nada contra jogador de 35 anos, mas essa faixa etária é muito complicada. Não pode juntar em um time titular oito jogadores acima dos 30 anos. Isso é fato - disse. 
Vasco Ceará (Foto: Andre Durão)Vasco vence Ceará e garante retorno à Série A do Campeonato Brasileiro (Foto: Andre Durão)
Segundo Lédio Carmona, que acompanhou avitória do Vasco por 2 a 1 sobre o Ceará e que garantiu o time cruz maltino novamente na primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2017, o Gigante da Colina deve ter consciência que o fundamental ano que vem é a permanência na elite do futebol nacional. 
- Acho que o Vasco erra na estratégia, nas suas prioridades. é legal ganhar campeonato estadual, o Vasco é bicampeão no Rio de Janeiro, mas é mais legal fazer um bom Brasileiro. A prioridade do Vasco precisa ser o Campeonato Brasileiro. Não é para ser campeão. É para ficar na Série A. Ter um time para, no início, brigar no meio da tabela e, depois, vai crescendo, subindo degrau a degrau. Agora, parar com esse ioiô, vai e volta. A prioridade do Vasco é ficar na Série A, dar tranquilidade ao torcedor, olhar aquela competição com conforto. Ficar subindo e descendo, e sempre piorando sua campanha na Série B é algo que o Vasco não pode fazer - comentou Lédio Carmona. 
Após 38 rodadas, o Vasco terminou a Série B em terceiro lugar, com 65 pontos, sendo 19 vitórias, oito empates e 11 derrotas. O campeão da segunda divisão do Brasileirão foi o Atlético-GO, com 76 pontos. Os outros dois clubes que irão disputar a elite do futebol brasileiro em 2017 são Avaí (66 pontos) e Bahia (63 pontos). 
Postar um comentário