O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 3 de dezembro de 2016

Acidente da Chape: perguntas e respostas atualizadas sobre a tragédia Autoridades colombianas confirmam falta de combustível, e todos os 71 corpos são identificados na Colômbia, onde sobreviventes se recuperam bem

Por Rio de Janeiro

Passados dois dias do acidente que vitimou 71 pessoas no voo que levava a Chapecoense para o primeiro jogo da final da Sul-Americana, em Medellín, as explicações sobre o que causou a tragédia começam a ficar mais claras - assim como surgem definições sobre o retorno das vítimas ao Brasil e as homenagens a elas. Confira abaixo algumas informações atualizadas.

Como estão os sobreviventes?

Nenhum dos seis sobreviventes corre risco de morrer. Os dois tripulantes que sobreviveram, Erwin Tumiri e Ximena Suárez, são os que estão em melhores condições – pela experiência que têm em voos, eles adotaram posição de segurança para o impacto. 

Os três jogadores que resistiram à queda se recuperam bem. O goleiro Follmann teve amputada a perna direita abaixo do joelho e tem muitos ferimentos na perna esquerda, o que gera o risco de amputação também do outro pé. O zagueiro Neto passou por drenagem torácica e agora tem tratadas lesões nos membros. O lateral Alan Ruschel passou por cirurgia para estabilizar a coluna após fraturar vértebras. Ele correu risco de ficar tetraplégico. Segundo a Chapecoense, porém, o atleta apresenta movimento dos membros. 

O jornalista Rafael Henzel teve trauma torácico e costelas quebradas, além de lesões em braços e pernas. Nesta quarta-feira, ele abriu os olhos e tentou se comunicar.
Neto Chapecoense hospital (Foto: AFP)Zagueiro Neto chega ao hospital. Ele se recupera bem, assim como os demais sobreviventes (Foto: AFP)

IML Medellín (Foto: Vicente Seda / GloboEsporte.com)IML identifica corpos em Meddelín (Foto: Vicente Seda / GloboEsporte.com)


Como está o reconhecimento das vítimas?

Foi encerrado, na manhã desta quinta-feira, o reconhecimento dos corpos das 71 vítimas do acidente. Eles estão em processo de embalsamento para posterior liberação para envio ao Brasil. O processo de identificação foi mais rápido do que o habitual em tragédias aéreas – visto que este acidente não envolveu explosões. 

Quando chegam os corpos?

A expectativa é de que os corpos sejam liberados e deixem Medellín na noite desta sexta-feira (19h de Brasília) - e cheguem ao Brasil até o fim do dia. Eles irão inicialmente para Chapecó, transportados em três aviões da FAB (Força Aérea Brasileira). Lá, serão velados aqueles com vínculos com a cidade – integrantes da Chapecoense e jornalistas da imprensa local. Os demais serão levados às cidades de interesse das famílias. 
Torcedores Chapecoense Arena Condá (Foto: Reuters)Torcedores da Chapecoense poderão velar os jogadores na Arena Condá (Foto: Reuters)



Como e quando será o velório dos jogadores?

A Chapecoense espera realizar o velório das vítimas na manhã de sábado na Arena Condá. Cerca de 100 mil pessoas são aguardadas no estádio, e o clube estuda formas de organizar o fluxo com segurança. Os torcedores não terão acesso direto aos caixões. O espaço mais próximo será reservado a familiares e amigos íntimos – que também terão um período de privacidade, sem público, para se despedir dos entes queridos. 

O que causou o acidente?
Acidente avião chapecoense  (Foto: Agência Reuters)Avião caiu por falta de combustível, conclui investigação preliminar (Foto: Agência Reuters)
O avião caiu por falta de combustível, concluiu a investigação preliminar, conforme anunciou o  secretário de Segurança Aérea da Colômbia, Freddy Bonilla. Por isso, não houve explosão no contato com o solo. Áudios que mostram o diálogo entre o piloto e a torre de comando do aeroporto de Medellín apresentam insistentes pedidos de liberação para pouso. Porém, havia outro avião, maior, com solicitação semelhante – e foi dada prioridade a esta aeronave. Os indícios são de que o avião voou com combustível quase no limite para chegar ao destino – com pouca margem para imprevistos, portanto. 


Quando a Chape volta a campo?

Não se sabe. A rodada final do Campeonato Brasileiro foi adiada para o dia 11 de dezembro. A CBF gostaria que a Chapecoense fosse a campo contra o Atlético-MG e que transformasse a partida em uma homenagem. A equipe poderia ser composta por atletas que não viajaram e jogadores das categorias de base. Nesta quinta-feira, porém, a diretoria do Galo disse que não irá a campo contra a Chape – por respeito ao momento do clube catarinense. Logo depois, a Chape também disse que não pretende disputar a partida.

Como será definido o título da Sul-Americana?

A Chapecoense será declarada campeã e terá vaga na Libertadores de 2017 e também na decisão da Recopa do ano que, justamente contra o Atlético Nacional. A Conmebol aguarda o melhor momento para oficializar a decisão - já confirmada pelo GloboEsporte.com. O clube colombiano havia sugerido que o título fosse dado à Chapecoense. À Chape, tocado com a solidariedade do rival, agradava a ideia de a conquista ser dividida. 
Postar um comentário