O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Acusado de racismo, ex-jogador Gascoigne apanha em bar e vai parar no hospital

O inglês Paul Gascoigne, um dos maiores jogadores da história da Inglaterra, ainda não conseguiu dar um rumo à sua vida depois de largar a carreira de jogador profissional e foi pivô de mais uma polêmica na madrugada de terça para quarta-feira. 
O ex-atacante se envolveu em briga no bar de um hotel de Londres e teve que passar a noite num hospital, com alguns ferimentos na cabeça.
O porta-voz de Paul Gascoigne, Terry Baker, disse aos veículos de imprensa da Inglaterra que o ex-jogador não chegou a ser detido pela polícia por conta de toda confusão e que deixou o hospital diretamente para casa. A polícia londrina foi chamada ao local e informou que iniciou uma investigação.
De acordo com testemunhas que estavam no hotel no momento da briga, Gascoigne aparentava estar "muito bêbado" e proferiu insultos racistas contra alguns clientes. Após toda confusão, o ídolo inglês de 49 anos de idade foi levado ao hospital com ferimentos leves na cabeça e no rosto.
Vale lembrar que, em 2015, Gascoigne foi multado em mil libras (cerca de R$ 4 mil) por ter feito uma piada racista durante uma das suas poucas aparições públicas.
Mais polêmicas
Vítima de alcoolismo, o ex-atleta frequentemente é internado em clínicas de reabilitação no seu país. Ele foi detido em seu apartamento em 2014 sob a acusação de ter arremessado um tijolo na van onde estava um fotógrafo. O episódio, que teria ocorrido em Sandbanks, na Inglaterra, foi revelado pro jornal Gazzetta dello Sport.
Um ano antes, Paul Gascoigne teve que responder formalmente por acusações de embriaguez, tumulto e agressão, já que ele chegou a ser preso em uma estação de trem na cidade de Stevenage (sudeste da Inglaterra) depois de tentar agredir sua ex-mulher, Sheryl, e um policial.

Fonte: IG
Postar um comentário