O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Nico avisou Hamilton sobre saída, mas inglês diz que já esperava e alfineta Anúncio de aposentadoria de alemão pode ter surpreendido a todos, menos o inglês: "Esta é a 1º vez que ele vence em 18 anos, daí não ser surpresa ele decidir parar"

Por Viena, Áustria
A notícia bombástica da aposentadoria de Nico Rosberg, o atual Campeão Mundial da F1, surpreendeu muita gente na manhã desta sexta-feira. A única pessoa que aparentemente não foi pega de "calça arriada" foi o seu ex-companheiro e maior rival, Lewis Hamilton. E o fato de não ser novidade para o tricampeão se dá por dois motivos. Primeiro porque Rosberg teve a cortesia de comunicá-lo antes do anúncio público, conforme revelou durante entrevista coletiva da premiação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em Viena, na Áustria.
- Eu comuniquei ao Lewis antes do anuncio oficial porque era a coisa correta a ser feita. Nós tivemos tantas batalhas, tantos momentos, que eu pensei ser correto avisá-lo da minha decisão, especialmente depois do post dele ontem, que foi muito generoso da parte dele - disse Rosberg.
Nico Rosberg e Lewis Hamilton (Foto: Reprodução)Nico Rosberg e Lewis Hamilton no post feito pelo britânico nesta quinta-feira (Foto: Reprodução)
E o segundo motivo é explicado pelo próprio Hamilton, também durante a premiação da FIA. O britânico, inclusive, deu uma alfinetada para justificar porque não foi surpresa a decisão de Nico de parar.
- A F1 sentirá falta dele, mas eu desejo tudo de bom. Tenho certeza de que foi uma surpresa para diversas pessoas. Talvez eu seja a única pessoa que não tenha ficado surpreso, porque o conheço há um bom tempo. Esta é a primeira vez que ele venceu em 18 anos, daí não ser surpresa ele ter decidido parar. Ele tem uma família agora, e quer ter mais filhos. A F1 te toma muito tempo - afirma.
Lewis Hamilton, na época na McLaren, e Nico Rosberg, na Williams, no primeiro pódio do alemão na F1, no GP da Austrália de 2008 (Foto: Getty Images)Hamilton e Rosberg são amigos e rivais desde que tinham 13 anos de idade (Foto: Getty Images)
Apesar da mordida, Lewis também "soprou" ao admitir que vai sentir falta da rivalidade e que será triste não ter o companheiro na mesma garagem em 2017.
- Se eu vou sentir falta da rivalidade? Claro! Sempre falamos sobre sermos campeões e quando éramos pequenos Definitivamente é algo muito estranho e triste não tê-lo no time no ano que vem - admite. 
Filho do também campeão Keke Rosberg, Nico nasceu em 1985 na cidade alemã de Wiesbaden. Ele estreou na F1 em 2006 pela Williams, equipe que defendeu até 2009. Em 2010, mudou-se para a Mercedes, apostando no projeto da montadora alemã de retornar à categoria como equipe própria. Desbancando o badalado companheiro de equipe Michael Schumacher com frequência, alcançou a primeira vitória do time e sua primeira na carreira em 2010. A partir de 2013, teve a forte concorrência de Lewis Hamilton. Em 2014 e 2015, com a escuderia assumindo o papel de soberana na F1, acabou vendo o britânico levar a melhor e ficar com os títulos, enquanto foi vice nas duas ocasiões. Em 2016, porém, reagiu e alcançou a conquista inédita. Em 11 temporadas, disputou 206 GPs e somou 23 vitórias, 30 poles, 20 voltas mais rápidas e 57 pódios. 
Nico Rosberg é parabenizado por Lewis Hamilton em pódio do GP de Abu Dhabi (Foto: Getty Images)Nico Rosberg é parabenizado por Lewis Hamilton em pódio do GP de Abu Dhabi (Foto: Getty Images)
Postar um comentário