O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Real chega a 34 jogos invicto e iguala próprio recorde, mas gosto é amargo Após time sofrer empate no fim, Casemiro mostra insatisfação com o segundo lugar do grupo: "Aqui no Real Madrid tem que vencer sempre". Zidane completa 50 partidas

Por Madri, Espanha
O empate por 2 a 2 com o Borussia Dortmund nessa quarta-feira, no Santiago Bernabéu, permitiu que o Real Madrid igualasse seu próprio recorde de invencibilidade. O time merengue não sabe o que é perder há 34 jogos - desde 6 de abril, quando tomou 2 a 0 do Wolfsburg, na Alemanha, no duelo de ida pelas quartas de final da edição anterior da Liga dos Campeões. A marca é a mesma que o clube alcançou na temporada 1988/89.
A próxima meta é ultrapassar esse número e depois quebrar o recorde absoluto do futebol espanhol, de 39 jogos invicto, conquistado pelo Barcelona em 2015/16. Contando apenas as cinco maiores ligas europeias, o recorde é do Juventus, com 43 partidas de invencibilidade em 2011/12. Se continuar duro na queda como está, o Real pode, sim, sonhar com esses feitos.
Benzema - gol - Real Madrid (Foto: Reprodução/Twitter)Benzema marcou duas vezes contra o Borussia Dortmund, mas o Real sofreu o empate (Foto: Reprodução/Twitter)

A marca de 34 partidas sem perder é bastante expressiva, mas chegou com um gosto amargo para o Real Madrid. Isso porque o time vencia o Borussia por 2 a 0 e viu o adversário empatar, fazendo o segundo gol nos minutos finais. Com isso, o primeiro lugar do Grupo F, que estava na mão, acabou ficando com os alemães. Os merengues passaram em segundo.
- Jogamos contra um grande adversário, temos que valorizar isso. Mas não podemos dar essa bobeira, porque no mata-mata isso pode nos prejudicar. Com certeza nós não estamos feliz com a segunda posição, porque o Real Madrid tem que vencer sempre. Vamos para casa um pouco tristes - analisou o volante Casemiro.
Aqui no Real Madrid tem que vencer sempre, temos que nos classificar em primeiro lugar. Estamos em um nível muito alto. Então, é um gosto amargo"
Casemiro, volante do Real Madrid
Passar em segundo foi favorável?
Em teoria, ter passado em segundo foi de certa maneira favorável ao Real, que no sorteio das oitavas - que será realizado na próxima segunda - tem a possibilidade de enfrentar Arsenal, Juventus, Leicester, Napoli e Monaco. Se os espanhóis tivessem se classificado em primeiro, as opções seriam um pouquinho mais complicadas de maneira geral: PSG, Benfica, Manchester City, Bayern de Munique, Bayer Leverkusen e Porto. Saíram no lucro?
- Isso não existe. Aqui no Real Madrid tem que vencer sempre, temos que nos classificar em primeiro lugar. Estamos em um nível muito alto. Então, é um gosto amargo, porque somos acostumados a ser os melhores sempre, e o clube exige isso - declarou Casemiro.
O brasileiro, por sinal, voltou a ser titular do Real Madrid após se recuperar de uma fissura na fíbula da perna esquerda e, por esse lado, teve o que comemorar. Ele teve boa atuação, destacando-se pela segurança e no desarme das jogadas adversárias.
Casemiro marca Reus no duelo entre Real Madrid e Borussia Dortmund (Foto: Ángel Martínez / Real Madrid)Casemiro marca Reus no duelo entre Real Madrid e Borussia Dortmund (Foto: Ángel Martínez / Real Madrid)
- Foram 70 e poucos dias bem complicados, bem difíceis, principalmente para quem está acostumado a jogar toda quarta e todo domingo. Mas tive tranquilidade e humildade de seguir trabalhando, seguir firme, com a cabeça boa. Estou feliz por voltar, sobretudo por jogar um jogo tão difícil desses e estar em alto nível - concluiu.
Zidane completa 50 jogos e não quer cruzar com o Juventus nas oitavas
O empate no Bernabéu foi também o jogo de número 50 de Zinedine Zidane à frente do Real. Foram 37 vitórias, 11 empates e duas derrotas (para o Wolfsburg, na Champions, e para o Atlético de Madrid no último Campeonato Espanhol). Zizou disse não se importar por passar de fase em segundo lugar, mas revelou que não quer encarar um dos cinco times possíveis.
- Não quero enfrentar o Juve por duas razões. Mas veremos na segunda o que acontece. Eu não posso fazer nada - disse ele, que foi jogador da equipe italiana e a considera uma das melhores no futebol europeu atualmente.
A Liga dos Campeões só volta em fevereiro de 2017, mas o Espanhol segue ativo. Líder com seis pontos de vantagem para o Barcelona, o Real Madrid recebe o La Coruña neste sábado, às 17h45 (de Brasília), e o GloboEsporte.com acompanha tudo em Tempo Real.
Postar um comentário