O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ciente da concorrência, Matheus Ribeiro se diz ‘versátil’ e parecido com FagnerCiente da concorrência, Matheus Ribeiro se diz ‘versátil’ e parecido com Fagner

Do correspondente Vitor Anjos SantosSP

Matheus Ribeiro aposta na versatilidade para ganhar chances no Santos (Foto: Divulgação/ Santos FC)
Matheus Ribeiro aposta na versatilidade para ganhar chances no Santos (Foto: Divulgação/ Santos FC)
Quando assinou o contrato de quatro anos com o Santos, na última terça-feira, Matheus Ribeiro já tinha consciência de que não terá vida fácil para ser titular nas laterais da equipe comandada por Dorival Júnior. Campeão do Brasileirão da Série B de 2016 com o Atlético-GO, o jovem de 23 anos chega para ser mais uma opção do treinador santista na temporada.
Mesmo sendo lateral-direito de origem, ele é ambidestro e pode atuar pelos dois lados do campo. Titular e intocável no time de Goiânia, o jogador precisará disputar posição com Victor Ferraz, Zeca, Caju e Daniel Guedes. Mesmo assim, Matheus se diz tranquilo com a concorrência.
“Eu me considero jogador competitivo, dinâmico, com bom passe e velocidade. Me encaixo nesse padrão do Santos, de transição rápida. Estou disposto a brigar por posição onde Dorival ache melhor. Sou versátil. A concorrência é muito forte. Zeca e Victor são exemplos. Tenho que chegar e mostrar meu trabalho, sendo usado a princípio ou não, como forma de agradecer e fazer parte de um clube maravilhoso. Vou trabalhar forte para mostrar meu valor”, afirmou o lateral durante sua apresentação oficial como jogador do Santos, nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé.
Revelado pelo Internacional, ele ainda acumula passagens por Juventude, União Frederiquense, Ypiranga de Erechim e Atlético-PR. A ideia da comissão técnica do Peixe é que o lateral seja uma espécie de ‘curinga’ no elenco, podendo atuar em várias posições. Matheus, por sua vez, se coloca à disposição de Dorival.
“Pelas conversas que eu tive, ele (Dorival) gosta de quem atue em muitas posições com dinâmica, e acho que foi um dos motivos de buscarem minha contratação. Posso jogar nas duas ou adiantado pelo pelo meio. Mas minha principal função é pela lateral mesmo. Eu me considero bastante ofensivo, de linha de fundo e por dentro, pelos dois lados com velocidade, dinâmica boa de passe. Posso cair bastante pelo meio também. Estou disposto a atuar em outras posições”, explicou o lateral.
Antes mesmo de desembarcar na Vila Belmiro, Matheus Ribeiro já era alvo de piadas por conta de sua semelhança com o lateral Fagner, do rival Corinthians. Segundo o santista, porém, os dois são parecidos apenas no estilo de jogo.

“Já tinham comentado (da semelhança). Foi frequente ano passado. É natural. Se acham parecido, vou fazer o quê? Por ser um lateral ofensivo, posso ter uma semelhança com o Fagner, sim. Mas eu sou mais bonito que ele”, concluiu Matheus, aos risos.
Postar um comentário