O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Perto de renovar, Róger Guedes quer "honrar" o apelido de Paulo Nunes Atacante diz que seus empresários negociam o aumento de seu contrato com o Palmeiras e se mostra feliz por ser chamado Diabo Louro, com o antigo ídolo

Por São Paulo
No Palmeiras há menos de um ano, o atacante Róger Guedes foi titular na campanha do título brasileiro e deve seguir entre os 11 neste ano. Assim, o jogador deve ter seu contrato renovado com o Alviverde e ainda receber um aumento de salário. Em participação no "Seleção SporTV", porém, Róger afirmou que seus empresários e o diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, estão negociando um novo acordo.
- Continua a mesma porcentagem, 75% no Criciúma e 25% no Palmeiras. Sobre a renovação, é uma valorização agora, mas isso está com os meus empresários e com o Alexandre Mattos. Estão definindo lá no clube - disse Róger.
Atlético-MG x Palmeiras Róger Guedes (Foto: Cristiane Mattos/Futura Press)Atlético-MG x Palmeiras Róger Guedes (Foto: Cristiane Mattos/Futura Press)
O atacante se mostrou animado por ter recebido o apelido de Diabo Louro, que, na década de 90, era de Paulo Nunes, campeão da Libertadores pelo Alviverde.
- Eu fico muito feliz, muito honrado de ser chamado como o Paulo Nunes, de Diabo Louro. Fico muito feliz com esse apelido. Espero corresponder dentro de campo.
O principal torneio da América do Sul é um dos grandes objetivos de Róger para 2017. O atacante sabe que terá dificuldades pela frente, mas vê o grupo do Palmeiras muito forte.
- É lógico que a gente está em busca agora da Libertadores. A gente vai sair um ano muito difícil, a Libertadores agora é mais longa. A gente vai em busca de quantos títulos forem possíveis. É um grupo muito bom, com o Guerra também chegando. Acho que vai ser um ano belíssimo para o Palmeiras.
Róger Guedes vê o elenco do Palmeiras como um dos melhores do Brasil e não teme a concorrência grande que terá por uma posição no time titular.
- É um grupo muito qualificado. Com certeza, é um dos melhores do Brasil, com jogadores de nome. No ataque, se não me engano, 11 jogadores fazem o lado. O Raphael Veiga joga no meio, mas também fazia isso no Coritiba. Mas é uma briga sadia, a gente vai brigar o ano todo pela posição. Como o Eduardo optou por mim, para começar o ano, então tenho que agarrar essa chance e não largar.
O Palmeiras estreia na temporada neste domingo, dia 5, contra o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista.
Postar um comentário