O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Grêmio negocia com La U e fica próximo de meia Gastón Fernández Algoz do Cruzeiro na final da Libertadores de 2009, meia-atacante de 33 anos foi oferecido ao Tricolor, que tenta viabilizar contratação para suprir ausência de Douglas

Por Porto Alegre
Gastón Fernández comemora gol do Estudiantes contra o Arsenal (Foto: EFE)Gastón Fernández está na mira do Grêmio (Foto: EFE)
O Grêmio avança em suas investidas para buscar ao menos um dos dois jogadores a nível de titularidade para reforçar o elenco de Renato Gaúcho. O Tricolor conduz tratativas avançadas para viabilizar a contratação do meia argentino Gastón Fernández para suprir a ausência de Douglas, que ficará até agosto em recuperação de uma lesão no joelho esquerdo. O clube tem até um acerto encaminhado com a Universidad de Chile pelo meia-atacante, autor de um dos gols da vitória do Estudiantes por 2 a 1 sobre o Cruzeiro na final da Libertadores de 2009.
O nome do jogador de 33 anos chegou à mesa do presidente Romildo Bolzan por meio de um empresário e caiu no gosto do mandatário e do departamento de futebol. Há até um acerto inicial para a compra dos direitos do atleta por cerca junto à La U, além de um acordo salarial com La Gata, como é conhecido o argentino, por duas temporadas. No montante acertado, o Tricolor despenderia de cerca de US$ 475 mil (aproximadamente R$ 1,4 milhão) em três parcelas. O gringo pode atuar tanto na meia quanto no ataque.
Em contato com o GloboEsporte.com, Fernández admitiu que existe possibilidade de atuar no Grêmio em 2017. Ainda assim, evitou se aprofundar no assunto, até que chegue à oficialização do negócio.
– Há a possibilidade, mas não posso falar muito. Quando puder, falamos sem problemas – disse o argentino.
O clube conduz as tratativas em sigilo e evita comentar quaisquer negociações que estejam em andamento. Os dirigentes tampouco negam que estejam negociando com a La U pelo argentino.
– Não vou falar sobre nomes especulados. Isso atrapalha os negócios – limitou-se a comentar o vice de futebol Odorico Roman.
Atualmente, La Gata vive momento conturbado na Universidad de Chile – o que pode até facilitar sua saída do clube. O gringo é alvo de cobranças da torcida, uma das mais fanáticas do país. Recentemente, chegou a ser cobrado por um torcedor ao deixar as dependências do clube. No último sábado, o gringo voltou a ser centro de polêmicas no empate em 0 a 0 da La U com o Everton, pelo Campeonato Chileno.

Ainda no primeiro tempo, Gastón Fernández discutiu com seu companheiro, Gonzalo Espinoza, por perder uma bola. Os colegas até trocaram empurrões em campo antes do clima ser apaziguado. Já na segunda etapa, o argentino foi substituído, aos 23, e ouviu vaias da torcida, após ter desperdiçado duas chances de gol.
Revelado pelo River Plate, o argentino viveu seu melhor momento pelo Estudiantes, que defendeu entre 2008 e 2013. Em 2009, inclusive, ajudou a equipe de La Plata a erguer a taça da Libertadores, com vitória sobre o Cruzeiro na final. Depois, rumou ao Portland Timbers e retornou ao clube de Verón antes de se transferir à Universidad de Chile. La Gata desembarcou em solo chileno em 2016 e atuou em um total de 26 partidas pela La U, com 11 gols anotados. O argentino ainda tem um ano e meio de contrato com o clube chileno.
Postar um comentário