O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Largado e sem uso, Maracanã cobra conta de luz atrasada do Comitê Rio 2016

Palco da final da última Copa do Mundo e das Olimpíadas, o Maracanã segue largado, sem utilização neste ano de 2017 e com muita polêmica.
Com algumas contas atrasadas desde o mês de setembro de 2016, a Light,  empresa privada de geração e distribuição de energia elétrica do Rio de Janeiro, cortou o fornecimento de luz do local nos últimos dias, causando ainda mais dor de cabeça aos gestores. 
Diante disso, a Concessionária Maracanã S.A. informou que solicitou à companhia a transferência das contas de energia elétrica em atraso dos meses de setembro e outubro do ano passado para o CNPJ do Comitê Rio 2016. As dívidas destes dois meses somam R$ 1,8 milhão e ainda estão registradas no CNPJ do estádio. 
"A Concessionária também iniciou negociações com a Light para a quitação dos valores de novembro e dezembro de 2016. A Concessionária reitera que, como só reassumiu o complexo em 18 de janeiro de 2017, vai cobrar o consumo de energia das partidas oficiais e amistosas realizadas no complexo esportivo neste período dos responsáveis pela liberação do estádio para tais eventos", disse um comunicado oficial.
"A Concessionária informa ainda que não recebeu do governo do estado do Rio os dados com a liberação da habilitação das empresas interessadas em adquirir as ações da controladora da Concessionária, responsável pela administração do complexo esportivo do Maracanã. A habilitação das empresas interessadas permitirá a continuação do processo de venda do controle acionário da Concessionária Maracanã S.A.", finalizou a nota.
Desde quando os Jogos Olímpicos terminaram, o Maracanã está largado, sem manutenção, com falta de assentos, com muitos problemas na sua área interna e também no gramado. No ano passado, uma imagem aérea feita pelo repórter Emerson Rocha, da Rádio Globo, registrou um imenso e surpreendente buraco no centro do gramado.
A cratera havia sido feita para realização da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos e tinha 6,5 metros de comprimento, 4 metros de largura e aproximadamente 2 metros de profundidade. Com todos esses problemas, os clubes cariocas que desejam utilizar o Maracanã nesta temporada, como nos casos de Flamengo e Fluminense, principalmente, ainda terão que esperar mais algum tempo.

Fonte: IG
Postar um comentário