O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Que isso, menino? Marcelo supera dúvidas e joga como gente grande Em seu 2º jogo como titular, zagueiro, recém-integrado ao elenco profissional, é destaque, encanta a torcida e se torna um dos assuntos mais falados no Twitter

Por Rio de Janeiro


"Ganhamos um zagueiro". Não é exagero dizer que essa foi uma das frases mais repetidas por torcedores, na noite desta quarta-feira, no Nilton Santos, após a vitória por 2 a 1 sobre o Colo-Colo. Marcelo entrou na fogueira e mostrou personalidade. Porém, mostrou mais: maturidade, velocidade e, acima de tudo, talento. 
Foi apenas o quarto jogo como profissional - o segundo como titular - do zagueiro de 21 anos. Integrado em novembro ao elenco, Marcelo aproveitou brechas, superou concorrentes e foi o jogador mais elogiado na estreia da Libertadores. Seu nome, por exemplo, foi Trending Topic (assunto mais falado) do Twitter, na noite desta quarta-feira. 
- O Marcelo já estava na portinha para jogar. Estava esperando essa oportunidade. Trabalha pra caramba e tem personalidade. É rápido e viril. Casou bem com o Emerson (Silva). Mas é um menino, tem que ter paciência, podem acontecer erros. Fico feliz pela estreia. Ele veio me agradecer após o jogo, mas eu que o agradeci: “Você que me ajudou”. Comigo, independentemente da idade, vai jogar – elogiou Jair Ventura. 
Apesar da boa atuação, vale ressaltar: Marcelo, perto do fim da partida, poderia ter atrapalhado os planos do Botafogo. O garoto desviou a bola com a mão dentro da área, mas o árbitro da partida mandou o lance seguir. 
Marcelo Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)Marcelo teve atuação de gente grande contra o Colo-Colo (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
Uma sucessão de fatos abriu brecha para Marcelo. Primeiro, Emerson Santos foi encostado por conta do impasse na renovação de contrato. Em seguida, Carli se machucou na pré-temporada e ainda não jogou nesse ano. Por fim, questionado pela torcida, Renan Fonseca, que vinha atuando como titular, foi cortado da lista de inscritos na competição. 
A opção por Marcelo surpreendeu muita gente, mas não quem acompanha de perto a base do Botafogo. No ano passado, o zagueiro foi capitão e um dos protagonistas nas conquistas dos títulos carioca e brasileiro da categoria sub-20. 
Marcelo chegou aos profissionais cercado de expectativas. Ex-treinador do Botafogo, Ricardo Gomes - grande zagueiro das décadas de 80 e 90 - costumava dizer que o defensor era um dos jogadores com mais potencial da equipe sub-20.
Tamanho potencial levou o Botafogo a investir no jogador. Em junho do ano passado, o clube comprou 60% dos direitos federativos junto ao Resende e renovau com o jogador até o fim de 2019. Antes de chegar a General Severiano, Marcelo jogou por três anos na base do Fluminense. 
Carli vetado
A grande atuação credencia Marcelo a ser titular na próxima quarta-feira, contra o Colo-Colo, no jogo de volta, em Santiago, no Chile. Com uma contratura na coxa, Carli já está vetado para a partida. O zagueiro ainda não tem provisão para voltar. 
- O Carli ainda está no departamento médico. Não está nem na transição, infelizmente. Conversei com ele, falou que esperou 14 anos para jogar a Libertadores e acontece isso. Por enquanto a gente ainda não pode contar com ele ainda, não - lamentou Jair Ventura.
Postar um comentário