O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Viola alerta para margem de erro zero em jogo da Copa do Brasil: "Sem falha" Atacante ressalta cuidados que o Tricolor deve ter com o Sete de Dourados, rival da primeira fase do torneio, e vantagens do Galo: "Se criarmos, vamos fazer o gol"

Por Teresina
Embarque River-PI, atacante Viola (Foto: Joana D'arc Cardoso)Atacante Viola (Foto: Joana D'arc Cardoso)
Em meio a uma série de jogos e uma exaustiva rotina de viagens, o atacante Viola, do River-PI, falou sobre as perspectivas do confronto do Tricolor piauiense pela Copa do Brasil contra o Sete de Dourados, no estádio Douradão, em Mato Grosso do Sul, às 20h30 (horário do Piauí) desta quarta-feira. Ciente das novas regras da competição nacional, o jogador analisou o confronto como positivo para o Galo, que poderá empatar ou vencer para seguir firme na disputa. Isso coloca o time sul-mato-grossense numa situação de jogar ofensivamente, situação que poderá ser fatal se o ataque Tricolor funcionar.
- Vai ser um jogo muito importante. Temos dois resultados ao nosso favor, pois com a mudança das regras o empate nos beneficia e a vitória também. Precisamos ter tranquilidade e não deixar a ansiedade pegar, pois atrapalha um pouco. Vamos entrar bem focado, buscando um resultado positivo, por isso a gente não pode falhar e a margem de erro deve ser pequena - comentou Viola.
O atacante enfatizou a importância de o time jogar focando nos acertos e nas falhas do adversário. Segundo Viola, o River-PI  tem que uma arma forte: o poder de criação. Dependendo de como isso for feito em campo, o resultado irá aparecer.
- Se possível nenhuma falha, sem falha porque a gente sabe que criamos bastante oportunidades. Sabemos que se criarmos, vamos fazer o gol. A gente não pode errar, não pode falhar e tirar proveito do nervosismo deles que sabemos que os primeiros 20 minutos de jogo. Por isso, precisamos encontrar uma brecha para fazer o resultado – continuou.
Sobre a quantidade de partidas em disputa e a rotina de ponte aéreas sem tantos treinos, Viola enfatizou que o desgaste físico é extremo, mas ressaltou a importância do trabalho em conjunto que está sendo feito junto com a comissão técnica.
Viola comemora gol pelo River-PI  (Foto: Wenner Tito )Viola marcou três dos cinco gols do River-PI em 2017 (Foto: Wenner Tito )
- É desgastante ao extremo, mas a nossa comissão junto com o setor de fisioterapia está conversando bastante, tomando muita água e nos hidratando bem. Também estamos colocando as pernas para cima, para poder descansar e aguentar essa maratona – completou Viola.
Viola ressaltou a atenção que o River-PI deve ter com o sistema defensivo, pois segundo ele a marcação é forte e as equipes costumam jogar no contra-ataque. 
-  Joguei algumas vezes contra equipes de lá. São equipes que marcam forte e costumam jogar no contra-ataque. Temos que anular essas características e impor o nosso ritmo de jogo que está sendo bom. Já pegamos um entrosamento natural. Agora é tirar proveito das boas jogadas que estamos fazendo e sair com o resultado positivo. 
Postar um comentário