O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 11 de março de 2017

Alex Cowboy nega rivalidade com Tim Means: "Não rola. É o nosso trabalho" Apesar do clima tenso no "Media Day", brasileiro rechaça animosidade e garante ter feito os ajustes necessários para sair com a vitória: "Vou jogar nos contra-ataques"

Por Fortaleza
A primeira luta entre Alex Cowboy e Tim Means terminou de forma frustrante. Após o americano conectar joelhadas ilegais, o duelo foi interrompido e terminou em "No Contest" (luta sem resultado), já que o árbitro central considerou que os golpes não foram intencionais. O próprio Means admitiu ter tido a intenção, e a equipe do brasileiro entrou com recurso para reverter o resultado em vitória a favor de Cowboy, que ainda será julgado pela Comissão Atlética de Nevada (NAC). Neste sábado, no "UFC: Belfort x Gastelum", em Fortaleza, eles voltarão a dividir o octógono para tirar a prova real, mas o atleta da Tatá Fight Team (TFT) nega que uma rivalidade tenha sido criada, mesmo que o clima entre eles não tenha sido dos mais amistosos no "Media Day" desta quinta-feira, que contou com encarada tensa e provocações por parte do rival.
- Rivalidade não rola, esse é o nosso trabalho. Para mim, os caras mandaram brigar com qualquer um, vou lá sair na porrada. O que os adversários falarem para mim pouco importa. Estando lá dentro não vai falar nada, vai sair na porrada. Então, para mim, nada a ver - explicou.
Encaradas do Media Day do UFC Fortaleza  (Foto: Adriano Albuquerque)Apesar da encarada tensa, Cowboy disse não haver rivalidade com Means (Foto: Adriano Albuquerque)
No primeiro confronto, antes de receber as joelhadas ilegais, Cowboy estava em clara desvantagem diante de Means, mas, ele garante, os ajustes necessários foram feitos para que o cenário não se repita em Fortaleza.
- Estou doido para acontecer logo essa luta porque aquele dia não foi uma luta, pena que aconteceu aquela fatalidade. Agora vou mostrar para o Brasil e para o mundo quem é quem, ou eu ou ele. Estudamos, eu e meus mestres, e fizemos uns ajustes. Agora estamos mais preparados. Quando ele vier com a arma dele, vamos vir com o contra-ataque. (Vou) jogar nos contra-ataques.
Alex Cowboy, UFC (Foto: Adriano Albuquerque)Alex Cowboy crê que contra-ataques farão a diferença a seu favor neste sábado (Foto: Adriano Albuquerque)
Para a revanche, Cowboy decidiu dividir a preparação entre sua cidade Natal, Três Rios, e a TFT, no Rio de Janeiro, abrindo mão da possibilidade de ir para os Estados Unidos e treinar na Amercain Top Team (ATT), onde já treinou antes de algumas de suas lutas.
- Essa preparação fiz na minha cidade, em Três Rios, fiz na ATS, e o restante na TFT. Estou mais motivado, mais focado, mais tranquilo, estou feliz, e vamos sair na porrada no sabadão. Optei treinar na minha cidade que é mais tranquilo. Na ATT tem muito treino mesmo, tem maior material humano, mais preparo, tem tudo, mas optei por ficar aqui mesmo. Podia ter ido junto com o Marreta para treinar, mas quis ficar aqui, mais focado, mais tranquilo, mais "de boa".
Combate transmite o UFC Fortaleza ao vivo e na íntegra a partir de 20h45 (horário de Brasília) neste sábado. O Combate.com acompanha o evento em Tempo Real e exibe as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo ao vivo. Confira o card completo:
UFC: Belfort x Gastelum
11 de março, em Fortaleza
CARD PRINCIPAL (a partir de 0h, horário de Brasília):
Peso-médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Gian Villante
Peso-leve: Edson Barboza x Beneil Dariush
Peso-mosca: Jussier Formiga x Ray Borg
Peso-galo: Bethe Correia x Marion Reneau
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Tim Means
CARD PRELIMINAR (a partir de 21h, horário de Brasília):
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Kevin Lee
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Davi Ramos
Peso-galo: Rani Yahya x Joe Soto
Peso-leve: Michel Trator x Josh Burkman
Peso-pena: Rony Jason x Jeremy Kennedy
Peso-médio: Garreth McLellan x Paulo Borrachinha
Postar um comentário