O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 23 de março de 2017

Fifa avalia mudanças no calendário e Copa América pode ser afetada

Uma das prioridades do novo comitê de partes interessadas da Fifa, que inclui representantes dos clubes e dos jogadores, é avaliar o calendário internacional, indicou o líder do grupo, Victor Montagliani, vice-presidente da entidade, após presidir o primeiro encontro do painel, nesta quinta-feira.
Montagliani, que é um dos vice-presidentes da Fifa, disse à agência de notícias The Associated Press que o calendário internacional “obviamente é o elefante” na agenda do grupo, que também está encarregado de avaliar mudanças no mercado de transferências, buscar métodos de proteção dos jogadores e salvaguardar os contratos.
A ideia de uma Copa América pan-americana em junho de 2020, provavelmente nos Estados Unidos, só poderia ser factível se a Fifa alterar o calendário que está aprovado até 2022.
O calendário da Fifa estabelece as datas em que os jogadores devem ser liberados por seus clubes para jogar com suas seleções, um habitual tema de atrito com as equipes.
“A reunião foi muito positiva. As pessoas querem buscar soluções”, disse o canadense Montagliani, presidente da Concacaf. A entidade negocia com a Conmebol para realizar um torneio similar à Copa América Centenário que foi disputada em junho de 2016 nos Estados Unidos.
“O calendário está definido para o bem ou para o mal até 2022-23, mas é um bom sinal que a Fifa mantenha suas opções abertas com as partes interessadas”, disse Montagliani.
Os clubes europeus convenceram a Fifa anteriormente a eliminar os amistosos de seleções em fevereiro e agosto. No calendário para 2018, a Fifa conservou datas de duas partidas em março, setembro, outubro e novembro, além de dois meses para preparação e disputa da Copa do Mundo na Rússia.
Em 2020, as seleções de fora da Europa contam com duas partidas entre os dias 1º e 9 de junho, antes do início da Eurocopa. Uma Copa América pan-americana em 2020 provavelmente seria realizada ao mesmo tempo do torneio europeu, com foi em 2016.
Essa possibilidade também poderia provocar mudanças na data de disputa da Copa América, que ocorre de quatro em quatro anos em anos ímpares – a próxima será em 2019.
O comitê inclui delegados dos clubes, ligas e sindicatos de jogadores de todo o mundo, ainda que com uma maioria de membros da Europa.

Fonte: Terra
Postar um comentário