O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 22 de março de 2017

Fla recorre na 2ª instância da dívida de R$ 920 mil cobrada por Adriano Defesa do jogador é intimada a se manifestar antes de recurso ser julgado. Processo é referente ao contrato entre atacante e o clube firmado em 2012

Por Rio de Janeiro
aDRIANO flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)Adriano durante período de treinos no Fla 
em 2012 (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)
O Flamengo recorreu, neste começo de ano, na segunda instância da decisão judicial que intimou o clube a pagar cerca de R$ 920 mil ao ex-atacante do clube Adriano. Nesta semana, o jogador foi intimado a se manifestar antes de o novo recurso ser analisado pela Justiça. 
Adriano entrou na Justiça contra o clube em 2015. O valor divulgado na época,  já corrigido com juros, é referente a um contrato de R$ 500 mil - cinco parcelas de R$ 100 mil - assinado em agosto de 2012, na gestão de Patrícia Amorim, para que ele pudesse treinar no Ninho do Urubu. Na ocasião, foi uma exigência do atacante como forma de ressarcimento por verbas rescisórias e premiações que não teriam sido pagas em sua passagem pelo clube em 2009. Há cinco anos, o Imperador acabou dispensado antes mesmo de voltar a jogar. 
No ano passado, o jogador também pediu à Justiça do Rio de Janeiro as penhoras das cotas de TV, direitos sobre contratos de patrocínio associados ao nome do atleta, de rendas de bilheteria e outros três itens. Após ter seus argumentos negados pelo juiz de primeira instância, o Flamengo optou por recorrer da decisão à segunda instância em fevereiro de 2017.
O último clube de Adriano, que está com 35 anos, foi o Miami United, que está na quarta divisão dos Estados Unidos. Ele atuou na Flórida por um breve período de 2016. Até abril de 2014, jogou pelo Atlético-PR. No Furacão, o atacante tentou voltar ao futebol, após dois anos longe dos gramados. 
Postar um comentário