O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 5 de março de 2017

Paulista: Jô decide mais um clássico, e Corinthians vence Santos

Se o torcedor do Corinthians estava empolgado com a vitória sobre o Palmeiras, ganhou mais um motivo para ficar animado neste sábado. E o responsável por isso foi o mesmo nas duas ocasiões.
Jô foi o autor do gol da vitória por 1 a 0 contra o Santos, na Arena Corinthians. Desta vez, a diferença é que o gol que decidiu o clássico não saiu nos minutos finais, mas sim no primeiro minuto do segundo tempo.
Com o resultado, o Corinthians segue tranquilo na liderança do grupo A, agora com 18 pontos, oito a mais que o Botafogo de Ribeirão Preto. Já o Santos, surpreendentemente, segue fora da zona de classificação para o mata-mata, na terceira posição do grupo D com 10 pontos, um a menos que a Ponte Preta, que joga neste domingo, e três atrás do Mirassol.
O clima está longe de ser o que pretendia Dorival Junior antes da estreia na Copa Libertaddores. Já para Carile, as coisas não poderiam ser melhores, com duas vitórias em dois clássicos.
Se o placar chegou zerado ao intervalo do jogo, o responsável por isso foi o goleiro santista. Foram três grandes defesas de Vladimir nos primeiros 45 minutos, frustrando a torcida na Arena Corinthians.
A primeira boa chance dos donos da casa foi aos oito minutos. Zeca errou na saída de jogo, Jô ficou com a bola e encontrou Romero, que só ajeitou para Maycon arriscar. Vladimir se esticou e conseguiu espalmar a bola para a linha de fundo.
Aos 27 o goleiro santista apareceu mais uma vez, agora para espalmar o cabeceio de Balbuena que, mesmo sem força, tinha endereço certo. E a última grande intervenção veio aos 39, quando Romero recebeu pela direita e cruzou para o meio da área e a bola desviou em Lucas Veríssimo. Vladimir demonstrou muito reflexo para impedir que o placar fosse aberto com um gol contra.
Já Cássio teve pouco trabalho. A única chance do Santos saiu aos 21, quando Thiago Maia conseguiu bom passe para Kayke, mas a finalização, de pé direito, saiu fraca e a bola ficou tranquila com o goleiro do Corinthians. 
No intervalo da partida, o técnico Tite, hoje da seleção brasileira, foi homenageado pelos 36.378 torcedores presentes na Arena Corinthians, que gritaram "Olê, olê, olê, olê! Tite, Tite". 
Várias vezes campeão com a equipe da casa, o treinador retribuiu o carinho acenando para a torcida, e também deu sinais de estar bastante emocionado com a homenagem.
Tite veio para São Paulo nesta sexta-feira, para anunciar a convocação da seleção para os confrontos com Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O segundo jogo, contra os paraguaios, no dia 28 deste mês, acontecerá no estádio do Corinthians.
Se o gol não saiu no primeiro tempo, a bola não demorou a balançar a rede na segunda etapa. Logo no primeiro minuto, Arana recebeu de Romero pela esquerda e cruzou para a área. Jô subiu nas costas de Cléber e cabeceou com estilo para abrir o placar.
O Corinthians chegou a marcar mais uma vez, com Romero, mas o atacante paraguaio estava em posição irregular, bem assinalada pelo auxiliar.
Já o Santos seguia apresentando as mesmas dificuldades da primeira etapa e não conseguia ameaçar o gol defendido por Cássio. A melhor chance saiu aos 33, com um desvio de Vitor Bueno, mas a bola acabou nos braços do goleiro sem muita dificuldade.
Nos minutos finais, uma tentativa de pressão santista, mas o placar já estava definido.
No meio desta semana as duas equipes deixam o Campeonato Paulista de lado. Ambos voltam a campo na quinta-feira, sendo que o Corinthians encara o Luverdense, às 21h30 (de Brasília), fora de casa, pela Copa do Brasil, e o Santos estreia pela Libertadores, contra o Sporting Cristal, às 21h45, no Peru.
Pelo estadual, o Corinthians volta a campo no domingo, ás 16 horas, contra a Ponte Preta, em Campinas. Mais tarde, às 18h30, o Santos vai ao 1º de Maio, encarar o São Bernardo.

Fonte: ESPN
Postar um comentário