O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 3 de março de 2017

Warriors sofrem sem Durant, perdem jogo para os Bulls e sequência recorde Time perde duas vezes seguidas pela primeira vez depois de 146 jogos em derrota por 94 a 87 nesta quinta-feira, fora de casa. Curry acerta duas bolas de três em 11

Por Chicago, Estados Unidos

Sem Kevin Durant, que sofreu uma lesão no joelho esquerdo e está fora por tempo indeterminado, o Golden State Warriors perdeu não apenas o jogo para o Chicago Bulls por 94 a 87, nesta quinta-feira, fora de casa, mas uma série recorde na NBA, a liga americana de basquete. O time não sofria duas derrotas seguidas na competição a 146 jogos e ainda fez sua menor pontuação na atual temporada. Na terça-feira, o algoz havia sido o Washington Wizards, justamente no confronto em que o ala se machucou logo no primeiro minuto.
Cristiano Felício tenta o toco em Stephen Curry na vitória dos Bulls (Foto: Getty Images)Cristiano Felício tenta o toco em Stephen Curry na vitória dos Bulls (Foto: Getty Images)
Stephen Curry fez 23 pontos, mas não conseguiu acertar a mão nos momentos decisivos para os Warriors, convertendo apenas duas de 11 bolas de três. Contratado para ajudar o time na ausência de Durant, Matt Barnes jogou 11 minutos e fez dois pontos. Quem brilhou pelos Bulls foram Jimmy Butler, com 22 pontos, e Bobby Portis, com 17 pontos e 13 rebotes. O brasileiro Cristiano Felício terminou com 11 rebotes e dois pontos.
+ Confira a classificação + tabela de jogos + estatísticas+ Confira a grade de programação completa da NBA no Brasil
+ NBA League Pass: assine e assista a jogos ao vivo
+ Veja os produtos oficiais dos times na Loja NBA.com+ Acompanhe o dia a dia e as principais notícias da NBA 

Não será fácil para os Warriors superarem a ausência de Kevin Durant. O time se acostumou a ter mais um jogador de primeiro escalão em seu elenco e, para isso, abriu mão de um banco de reservas mais forte. Nesta quinta-feira, o técnico Steve Kerr optou pelo calouro Patrick McCaw como titular.

O jovem até teve bons momentos, mas longe de causar o impacto de Durant. Ainda assim, os Warriors conseguiram dominar boa parte do jogo, mesmo com desempenhos abaixo do normal, como Klay Thompson, principalmente, e até mesmo Stephen Curry.

Depois de um primeiro quarto com alternâncias no placar, os Warriors chegaram a abrir 10 pontos no segundo. No entanto, os Bulls começaram a se encontrar no jogo, achando brechas na defesa do rival para melhorar sua parte ofensiva, até então sua maior dificuldade.

O terceiro quarto foi todo dos Bulls. O time contou com bom desempenho de Rajon Rondo para assumir a liderança no placar e abri seis pontos de vantagem, a sua maior no jogo, deixando a definição do placar para a reta final do confronto. Steve Kerr ficou tão irritado com o desempenho dos Warriors que até quebrou uma prancheta.

O clima ficou tenso para o último quarto. Curry voltou para a quadra e conseguiu algumas jogadas, inclusive, uma cesta de três com alto grau de dificuldade, que garantiu seu nome como 11º maior cestinha da distância, ultrapassando Kobe Bryant. A dois minutos do fim, os Bulls abriram 91 a 85 com uma bola de três de Paul Zipser em passe de Cristiano Felício. Os Warriors, então, não conseguiram se encontrar e saíram de quadra com mais a derrota por 94 a 87.

Campanhas
Bulls: 31v e 30d (6º do Leste)
Warriors: 50v e 11d (1º do Oeste)

Próximos jogos
Bulls: contra os Clippers, sábado, em Chicago
Warriors: contra os Knicks, domingo, em Nova York
LEANDRINHO MANDA BEM NA VITÓRIA DOS SUNS 

Jogando em casa, o Phoenix Suns passou pelo Charlotte Hornets por 120 a 103. Leandrinho saiu do banco para ser um dos principais elementos do time do Arizona. O brasileiro atuou por 23 minutos e anotou 16 pontos, um a menos que Marques Chriss, o cestinha dos locais. Já nos Hornets, o destaque vai para Kemba Walker, maior anotador em quadra com 26 pontos assinalados. 

Campanhas
Hornets: 26v e 35d (11º do Leste) 
Suns: 19v e 42d (14º do Oeste)

Próximos jogos
Hornets: contra os Nuggets, sábado, em Denver
Suns: contra o Thunder, sexta-feira, em Phoenix 
Postar um comentário