O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Taça Rio e jogos na Libertadores obrigarão bate-volta botafoguense Técnico Jair Ventura se referiu ao duelo com o Vasco no próximo domingo como uma "dor de cabeça boa"

O Botafogo teve grande atuação contra o Fluminense neste domingo (9), venceu o rival por 3 a 1 e avançou para a final da Taça Rio. Na coletiva de imprensa após o triunfo, o técnico botafoguense se referiu ao duelo com o Vasco no próximo domingo como uma "dor de cabeça boa".


Apesar de valer título e uma premiação de R$ 1 milhão, a afirmação do treinador alvinegro se justifica. Nos dias 13 e 20 de abril, o Botafogo tem compromissos na Libertadores contra Atlético Nacional-COL, em Medellín, e Barcelona de Guayaquil-EQU, no Equador, consequentemente.
Assim, o Botafogo tinha como planejamento inicial viajar para a Colômbia e seguir de lá diretamente para Guayaquil, para enfrentar o segundo jogo. O "problema" é que o time se classificou para a final da Taça Rio, no dia 16 e, portanto, entre os dois duelos da competição internacional, e terá que retornar ao Rio de Janeiro para o duelo.
Pelo menos alguns jogadores. A maioria manterá o planejamento inicial e seguirá para o Equador após o jogo na Colômbia na companhia do auxiliar técnico Emílio Faro. Um grupo de atletas, porém, terá que acompanhar o treinador Jair Ventura na "dor de cabeça boa" que se transformou a final do 2º turno do Carioca.
"Vamos nessa, é uma dor de cabeça boa. Aumentando as minhas milhas, vou fazer esse bate e volta. Mas é bom, voltar para disputar uma final, contra uma grande equipe, mais um clássico. A gente já estava programado. Com todo o respeito ao Fluminense, mas a gente pensa sempre em vencer. Serão cinco ou seis jogadores, estamos vendo a situação das passagens, isso pode mudar. Fizemos uma reserva de oito, mas temos de ver o que vamos conseguir", explicou o técnico do Botafogo.Jair, porém, deixa claro que os jogadores que deverão ser titulares ou que estejam com maior nível de cansaço farão parte do grupo que vai direto da Colômbia ao Equador.
"É bom poder disputar a minha primeira final como profissional, mas sabendo também que a prioridade, e não escondemos isso, são os dois jogos casados na Colômbia e Equador", completou o treinador Jair Ventura. Com informações da Folhapress.
Postar um comentário