O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 20 de maio de 2017

Série A: Vanderlei pega pênalti no fim, e Santos bate o Coritiba

Foi David Braz o autor do gol da vitória do Santos sobre o Coritiba, por 1 a 0, na Vila Belmiro, mas o grande nome da tarde foi Vanderlei. Não fosse pelo camisa 1, o próprio David Braz passaria de herói a vilão, já que cometeu pênalti nos acréscimos e viu o goleiro defender a batida do estreante Alecsandro.
Os três pontos não significam que o Santos tenha jogado bem. A atuação talvez tenha sido pior do que a da derrota por 3 a 2 para o Fluminense, na primeira rodada, no Maracanã. 
O time não teve Victor Ferraz, Renato e Vitor Bueno, poupados, e pouco contou com Lucas Lima, que sentiu lesão com menos de cinco minutos e teve de sair - a cena deve ter preocupado até Tite, que convocou o meia para os amistosos contra Argentina e Austrália, em junho. 
Dos substitutos, quem mais se destacou foi Vladimir Hernández, herdeiro da vaga de Vitor Bueno. Foi dele o cruzamento que, após desvio de Bruno Henrique pelo alto, terminou com David Braz estufando as redes aos 7 minutos da etapa inicial. 
Longuine, de volta ao futebol após a tragédia que o fez perder os pais, não entrou bem. O Santos não conseguiu pressionar o Coxa em nenhum momento, e falhou feio quando teve a chance de ampliar: aos 24, Hernández fez boa jogada e deu para Ricardo Oliveira uma daquelas bolas que ele adora, em velocidade e de frente para o gol. Wilson defendeu. 
Enquanto isso, o Coritiba acumulava chances e via Vanderlei se consagrar. No primeiro tempo, o goleiro fez milagre diante de Kleber Gladiador e ainda executou outras duas boas defesas, uma delas em chute de William Matheus da entrada da área. O time de Pachequinho chegava fácil até a área rival. 
O goleiro santista começou o segundo tempo com mais uma grande defesa, após ótima jogada de Galdezani, e terminou virando herói. Recém-chegado do Palmeiras, Alecsandro substituiu Henrique Almeida aos 20 minutos do segundo tempo e colaborou para o time pressionar o Santos, sobretudo nos minutos finais. 
Nem era uma pressão tão consistente, mas David Braz puxou a camisa do goleador e presenteou o adversário com um pênalti. Vanderlei foi maior que Alecgol, que tem pouquíssimos pênaltis perdidos na carreira, e voou para seu canto direito para salvar o Alvinegro Praiano. 

Fonte: Terra
Postar um comentário