O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 7 de junho de 2017

A frase de Cyro Aranha segue viva em São Januário Torcida abraça sub-20 na Copa do Brasil e mostra confiança no trabalho desenvolvido nas categorias de base

Por: Carlos Gregório Júnior
São Januário, Rio
image
Torcida lota arquibancada e faz a festa durante jogo do sub-20- Foto: Matheus Neves

Há exatamente uma semana, em virtude do rendimento nas partidas anteriores, os cruzmaltinos amanheceram esperançosos e na expectativa por uma grande vitória do sub-20 em São Januário. A partida era válida pela semifinal da Copa do Brasil e um resultado positivo faria o Vasco da Gama voltar a disputar uma decisão nacional na categoria. A enorme presença de público nas arquibancadas refletia a confiança na classificação e a felicidade de todos com o excelente trabalho desenvolvido nos juniores.

Dentro de campo, o placar não foi o esperado. O Cruzmaltino ficou na frente do marcador duas  vezes, mas os visitantes acabaram levando a melhor e vencendo por 3 a 2, em virtude, especificamente, de um apagão vascaíno nos últimos minutos. A vaga na final não foi obtida, porém a participação merece ser exaltada. Além de honrar a camisa do Vasco e fazer o sub-20 do clube voltar a ser respeitado a nível nacional, o grupo atual mostrou que possui jogadores em condições de servir o profissional no futuro. 

- A campanha na Copa do Brasil foi boa, chegamos numa fase onde o clube jamais havia alcançado. Foram seis vitórias e apenas uma derrota. Tivemos 100% de aproveitamento até a eliminação. Nossa defesa foi uma das menos vazadas e o nosso ataque um dos mais positivos. Fomos bem, mas ficamos de fora da decisão por conta de uma falta de concentração nos três minutos finais. Cometemos erros que não podem ser cometidos por equipes que almejam conquistar títulos. Infelizmente, não podemos voltar atrás, corrigir o que erramos, mas fica a lição. Se o principal objetivo da base é a formação, os garotos tiveram mais uma etapa do amadurecimento cumprida. É uma geração promissora e que certamente dará alegrias para o Vasco mais para frente - analisou o técnico Marcus Alexandre.

image
Mateus Vital em ação contra o São Paulo na Copa do Brasil- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Quando projeta um futuro feliz para o Gigante com essa geração, o comandante do sub-20 não está falando da boca para fora. O meio-campo Mateus Vital, por exemplo, disputou metade das partidas da Copa do Brasil e só conquistou um espaço na profissional em virtude do desempenho na equipe júnior. O goleiro João Pedro, o zagueiro Ricardo, o lateral Alan Cardoso, os volantes Andrey e Bruno Cosendey e o atacante Paulo Vitor, todos titulares durante a brilhante campanha, foram promovidos a pedido de Milton Mendes.

O rendimento dos Meninos da Colina na temporada não agradou apenas o treinador do time profissional, mas o principal patrimônio do Vasco da Gama: a torcida. Ao lado do clube nos momentos de alegria e tristeza, os torcedores lotaram o Caldeirão no decisivo jogo, abraçaram o sub-20 e, mesmo após o resultado adverso, fizeram questão de aplaudir cada um dos jogadores, deixando claro para todo mundo que acreditam que a lendária frase de Cyro Aranha está cada vez mais viva em São Januário.
- O apoio da torcida nos deixou muito feliz. Tenho 18 anos de Vasco e confesso que nunca vi a torcida encher o estádio para uma partida da base. Agradeço a Deus por ter tido o privilégio sentir na pele, ver e participar daquele momento. Em nome de todos do sub-20, gostaria de agradecer a todos pela presença. Infelizmente, a gente não conseguiu a classificação para a final, não vamos ser campeões, mas ver o envolvimento da torcida e o reconhecimento ao nosso trabalho mesmo após a derrota foi um título para nós. A torcida carregou os meninos no colo e fez jus a história do clube. Nos momentos de maior dificuldade, a torcida está do lado apoiando, dando força. - afirmou o comandante do sub-20.

image
Torcida jogou junto com o time na Copa do Brasil sub-20- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Postar um comentário