O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Atlético-GO atropela a Ponte Preta e deixa a lanterna do Brasileirão

A Ponte Preta parece ter ficado em Campinas e não entrou em campo na noite desta quinta-feira. Com uma atuação sofrida, o “Robin Hood” do Campeonato Brasileiro foi goleado pelo até então lanterna Atlético-GO, por 3 a 0, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, pela quinta rodada.
Nos últimos anos, a Macaca recebeu o apelido de “Robin Hood” por tirar pontos dos grandes e perder para os pequenos. É uma alusão ao herói inglês que roubava dinheiro dos ricos para distribuir entre os pobres.
Animada após ganhar do São Paulo, por 1 a 0, a Ponte Preta entrou de salto alto e perdeu a chance de encostar nos líderes. Com sete pontos, o time de Gilson Kleina permanece entre os dez melhores. 
Já o Atlético-GO somou seus primeiros três pontos no campeonato e deixou a lanterna para o Vitória, subindo para o 18º lugar, ainda na zona de rebaixamento.
O Atlético-GO quase surpreendeu a Ponte Preta aos 30 segundos. Bruno Pacheco escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. Breno Lopes chegou batendo de primeira na rede pelo lado de fora. 
A primeira finalização da Macaca veio aos nove minutos. Lucca cobrou falta no meio do gol e Felipe Garcia segurou com segurança.
Aos 17, Andrigo recebeu livre dentro da área, mas Aranha saiu fechando muito bem o ângulo e desviou para escanteio. Na sequência, Jorginho passou por Wendel e cruzou. O goleiro alvinegro desviou e saiu do alcance de Everaldo. A Ponte fazia uma partida fraca, errava muitos passes e dava espaços para o Atlético.
Andrigo quase abriu o placar aos 30. O meia escapou nas costas de João Lucas e finalizou rasteiro para boa defesa de Aranha. E o placar ficou justo seis minutos depois. Andrigo cobrou escanteio, Everaldo subiu mais que Marlon e cabeceou no ângulo, marcando o segundo gol rubronegro no campeonato.
A situação pontepretana ficou ainda pior aos 43 minutos. Marllon levou um corte de Jorginho e derrubou o meia rubronegro dentro da área. O árbitro assinalou pênalti, convertido por Everaldo, que apenas deslocou Aranha.
Gilson Kleina foi para o tudo ou nada no segundo tempo com o meia Renato Cajá e o atacante Emerson Sheik nos lugares dos volantes Wendel e Fábio Braga. Logo no primeiro minuto, Sheik dominou de costas para o gol e bateu de virada. Felipe Garcia se esticou e espalmou pela linha de fundo.
Com uma postura mais ofensiva, a Macaca tinha a posse de bola, mas dava espaço para os contra ataques do Atlético. Mesmo assim, as duas melhores oportunidades foram criadas pelo Dragão.
Andrigo recebeu de Bruno Pacheco e chutou em cima de Aranha. Depois, o goleiro pontepretano espalmou finalização a queima roupa do meia rubronegro.
O Dragão fez o terceiro aos 32 minutos. Everaldo cabeceou e Luiz Fernando, em impedimento, desviou para o gol. Os pontepretanos reclamaram demais, mas a arbitragem confirmou. Depois disso, a partida seguiu para o final sem maiores emoções.
PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo domingo pela sexta rodada. O Atlético-GO enfrenta o Cruzeiro, às 18h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto a Ponte Preta recebe a Chapecoense, às 16 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Fonte: Futebol do Interior
Postar um comentário