O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 6 de junho de 2017

Fluminense 1 x 1 Atlético-PR - Flu joga mal, empata em casa e perde chance de liderar Após sair atrás no placar, o Fluminense buscou o empate, mas não teve forças para virar, nem quando ficou com um a mais em campo

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 06 (AFI) – Na abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira, o Fluminense ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR no Estádio Maracanã e perdeu a chance de assumir a liderança isolada da competição, pelo menos de forma provisória, já que a rodada segue neste meio de semana.
Com o resultado, o Fluminense fica com 10 pontos, na terceira colocação. Já o Atlético-PR segue sem vencer, com dois pontos, na zona de rebaixamento, ocupando a 18ª colocação. O Furacão abriu o placar com Pablo e o Fluminense empatou com o zagueiro Reginaldo.
TUDO IGUAL
A primeira boa chegada do jogo foi do Flu, mas não deu em nada. Logo aos sete minutos, na primeira boa chegada do Atlético, aconteceu o gol do Furacão. Lucho González deu lindo passe para Jonathan nas costas de Richarlison e o lateral cruzou rasteiro para Pablo marcar o primeiro dfo jogo.

Pablo comemora o gol do Rubro-Negro no Maracanã (Foto: Divulgação/Atlético-PR)
Pablo comemora o gol do Rubro-Negro no Maracanã (Foto: Divulgação/Atlético-PR)
O Flu respondeu aos nove minutos, quando Richarlison cabeceou após sequência de cruzamentos e Santos se esticou no canto para desviar a bola para a linha de fundo. Aos 12, Luiz Fernando arriscou e Santos teve que fazer nova defesa. Aos 14, Scarpa arriscou, mas mandou a bola para fora.
Com dificuldades no setor criativo, o Fluminense demorou a chegar com perigo a partir daí, mas, ainda assim, conseguiu o gol de empate ainda no primeiro tempo, aos 32 minutos. Gustavo Scarpa cruzou para Reginaldo mandar de cabeça para o fundo das redes. Aos 37 minutos, o Flu quase virou em um contra-ataque, que terminou em chute de Scarpa e defesa de Otávio.
FALTOU COMPETÊNCIA AO FLU
A primeira chegada do segundo tempo também foi do Fluminense, aos 4 minutos, após boa troca de passes, Henrique Ceifador se esticou todo, mas mandou para fora. O Atlético chegou aos 11, quando o Flu errou e Douglas Coutinho arriscou da entrada da área. A bola passou com perigo perto da trave direita.
CENA FORTE
As chances diminuíram e aos 29 minutos houve um lance bastante forte. Após cruzamento na área, Renato tentou uma bicicleta e acertou um chute em cheio no rosto de Wanderson, que caiu desacordado e com a boca sangrando. O jogador saiu de ambulância e o Atlético, que já havia feito as três substituições, ficou com um a menos em campo.
Na reta final do jogo, o Fluminense aproveitou a vantagem numérica e foi para cima. Aos 48, Gustavo Scarpa recebeu no meio, ajeitou e chutou de longe, mas por cima. Aberto, o Flu levou contra-ataque do Rubro-Negro. Douglas Coutinho partiu aos 51 minutos e acionou Nikão na esquerda, que driblou Wendel e encheu o pé por cima.
PRÓXIMOS JOGOS
O Fluminense terá uma missão que promete ser bastante complicada na próxima rodada, a sexta. O Tricolor visitará o Palmeiras, na Arena Palmeiras, em jogo que acontecerá às 16h do próximo sábado. Já o Atlético-PR volta a campo para enfrentar o Santos, em casa, na Arena da Baixada, no próximo domingo, às 19h.

FICHA TÉCNICA

Fase
Única
Rodada
5ª rodada
Data
06/06/2017
Horário
20h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Igor Junio Benevenuto - MG

Renda
R$ 255.900,00
Assistentes
Marcio Eustaquio Santiago e Celso Luiz da Silva - MG

Público
13.029 pagantes (14.843 no total)
Cartões Amarelos
Fluminense-RJ: Léo, Renato, Richarlison
Atlético-PR: Jonathan, Lucho González, Santos

Gols
Fluminense-RJ: Reginaldo 32' 1T
Atlético-PR: Pablo 7' 1T
Fluminense-RJ
Júlio César;
Lucas (Matheus Alessandro), Reginaldo, Henrique e Léo;
Luiz Fernando (Marcos Junior), Wendel, Renato e Gustavo Scarpa;
Henrique Ceifador e Richarlison (Pedro).
Técnico: Abel Braga
Atlético-PR
Santos;
Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley;
Eduardo Henrique (Matheus Rossetto), Otávio, Lucho González (Deivid) e Nikão;
Eduardo da Silva (Douglas Coutinho) e Pablo.
Técnico: Eduardo Baptista
Postar um comentário