O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 30 de julho de 2017

Atlético-GO bate a Chapecoense de virada na Arena Condá e respira

O Atlético-GO está vivo no Brasileirão. Em partida realizada na manhã deste domingo, o lanterna do campeonato venceu a Chapecoense por 2 a 1, de virada, em plena Arena Condá, e mantém vivo o sonho de deixar a zona de rebaixamento. Diego Rosa e Gilvan marcaram para o Dragão; Luiz Otávio descontou para a Chapecoense.
O primeiro tempo de jogo foi marcado pelas chances desperdiçadas pelos dois times. Chape e Atlético levavam perigo de forma intercalada, em jogadas de bola aérea ou chutes fortes de fora da área, mas não furavam o bloqueio das zagas adversárias nem passavam pelos goleiros.
Apesar de visitante, o Atlético-GO jogava melhor, criando mais chances e chegando com mais perigo na área da Chape. Ainda aos 3 minutos de jogo, Gilvan cabeceou sozinho na área, mas a bola saiu à direita do gol de Jandrei. Aos 29 minutos, o Dragão chegou com veneno, após Paulinho arriscar com força de fora da área. A bola passou por Jandrei mas explodiu no travessão.
Ao fim da primeira etapa, o Atlético foi punido pelas chances desperdiçadas: sem criar pelo meio-campo, a Chape insistia nas bolas paradas. Aos 39 minutos, quando a torcida já vaiava nas arquibancadas da Arena Condá, o zagueiro Luiz Otávio subiu mais alto que a defesa atleticana em escanteio e cabeceou sozinho para o fundo do gol.
Na segunda etapa, a Chapecoense utilizou a estratégia adota pelo Dragão no primeiro tempo e adiantou a marcação. A presença de jogadores da Chape na saída de bola do Atlético surtiu efeitos e os donos da casa criaram mais chances nos minutos iniciais da segunda etapa. No entanto, o time cansou e viu o Atlético-GO crescer na partida.
Aos 22 minutos, Luiz Fernando avançou pela ponta esquerda, passou pelos defensores da Chape e cruzou rasteiro na pequena área. Diego Rosa, sozinho sob as traves, só teve o trabalho de empurrar para o gol e empatar o jogo.
O volume de jogo cresceu após o empate, e o Dragão tinha as chances mais perigosas. Luiz Fernando, um dos grandes responsáveis pela mudança de postura do time, chegou a acertar o travessão de Jandrei mais uma vez. 
A virada veio já no final da partida. Aos 38 minutos, após rebote de falta, Gilvan recebeu cruzamento na área e cabeceou com precisão para fazer o segundo do Dragão.
A Chape ainda teve uma boa chance de empatar, quando Penilla arriscou da entrada da área e acertou a trave, mas já não havia tempo para mais nada. Grande vitória do lanterna, que respira no Brasileiro.
Com o resultado, o Atlético-GO chegou aos 12 pontos, na última posição. Já a Chapecoense se manteve com 21 pontos, na 11ª posição.

Fonte: Yahoo
Postar um comentário