O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 15 de julho de 2017

Marquinhos Gabriel minimiza declarações de Renato Gaúcho Treinador do Grêmio "profetizou" que a equipe de Fábio Carille irá despencar na tabela no segundo turno

Líder do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, dez a mais que o segundo colocado, Grêmio, o Corinthians virou o time a ser batido no torneio e faz com que os adversários claramente torçam contra. Entre eles, o técnico Renato Gaúcho, que no comando do time gremista, "profetizou" que a equipe de Fábio Carille irá despencar na tabela no segundo turno.
O meia Marquinhos Gabriel recebeu com desdém a provocação do rival. "Cada um fala o que quiser. Eu prefiro comentar sobre o trabalho que a gente tem feito. Esse é o foco que a gente espera seguir firme, com boas atuações, sistema defensivo forte e assim chegaremos na final do campeonato bem", disse o meia corintiano.
Marquinhos Gabriel será uma das novidades da equipe para enfrentar o Atlético-PR, neste sábado, às 19h, no Itaquerão. "A gente tem se preparado da melhor maneira possível para entrar e ajudar o time, sem mudar o padrão de jogo", explicou.
O meia ocupa a vaga de Rodriguinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Outro que cumpre suspensão é o lateral-esquerdo Guilherme Arana. Moisés entra em seu lugar. Na defesa, Pablo sofreu uma contratura na coxa e dará lugar para Pedro Henrique.
As três mudanças no time titular faz com que volte à tona a desconfiança de que o Corinthians não tem um elenco de qualidade para superar muitos desfalques. Marquinhos Gabriel pensa diferente. "Grupo vencedor não se faz só com 11 jogadores. Tem que ter elenco forte e já demonstramos isso em outras ocasiões, contra Vasco e Cruzeiro, que tínhamos desfalques. É manter o nível para todo mundo ver que o Corinthians tem um bom elenco, sim".
Nesta sexta-feira, Carille separou os 11 titulares para um treino tático e confirmou o time com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Moisés; Gabriel, Maycon, Jadson, Marquinhos Gabriel e Romero; Jô. Com informações do Estadão Conteúdo. 
Postar um comentário