O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 6 de agosto de 2017

Alexa Grasso faz a festa no México ao vencer Randa Markos por decisão No peso-palha, promessa mexicana de 23 anos leva combate diante de iraquiana

Por Cidade do México

No co-main event deste sábado na Cidade do México, a jovem promessa Alexa Grasso levantou o público com uma vitória em duelo equilibrado com a iraquiana Randa Markos, que veio por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28) em luta do peso-palha (até 52,2kg). Grasso, de apenas 23 anos, chegou a dez vitórias na carreira, e se recuperou do único revés até aqui, quando perdeu para Felice Herrig na luta anterior.
Randa Markos começou a luta com maior volume, e as duas lutadoras já partiram para uma trocação franca. Quando Grasso encontrou a distância, disparou bons golpes no rosto da rival, e aplicou joelhadas no clinche. Ainda no primeiro round, ela colocou a rival para baixo e tentou pegar as costas de Markos, sem sucesso.
No segundo round, já no chão, as cotoveladas de Markos castigaram um pouco a mexicana. Adiante, na montada, a iraquiana trabalhou firme no ground and pound, com cotoveladas e marteladas. No último round, com tudo indefinido, Grasso disparou mais golpes, e uma bomba de direita abriu o supercílio da Markos.
PRICE NOCAUTEIA JOUBAN COM DIRETO NO PRIMEIRO ROUND
Niko Price x Alan Jouban UFC México (Foto: Getty Images)Niko Price conectou um direito de direita para nocautear Alan Jouban no UFC México (Foto: Getty Images)

Niko Price não quis saber de conversa e se impôs desde o primeiro segundo dentro do octógono diante de Alan Jouban, e nocauteou o adversário com 1m44 de combate, no peso-meio-médio (até 77,1kg). Aos 27 anos, o lutador da American Top Team ainda não sabe o que é perder, chegando a dez vitórias na carreira. Poderia ser a 11ª, mas a última delas, contra Alex Morono, foi transformada em “luta sem resultado” depois que Price foi flagrado em teste antidoping por uso de maconha.
Price já começou o combate conectando um bom jab em Jouban, mostrando pressão. Até que, respondendo um chute do adversário, Price viu sua mão direita entrar direto no rosto de Jouban. O rival sentiu o golpe e quase levou um chute de Price, que foi com tudo para cima, mas encontrou o árbitro para acabar com o duelo.
HUMBERTO BANDENAY NOCAUTEIA BRAVO EM 26 SEGUNDOS
Humberto Bandenay x Martin Bravo UFC México (Foto: Getty Images)Humberto Bandenay acerta em cheio Martin Bravo com o joelho esquerdo (Foto: Getty Images)

Humberto Bandenay calou a arena na Cidade do México neste sábado, no duelo com o favorito e até então invicto mexicano Martín Bravo no peso-pena (até 65,8kg). Com um nocaute em apenas 26 segundos de luta pelo card principal, o peruano estreou no Ultimate com vitória pegando a luta a duas semanas do evento. Ele chegou a 14 vitórias na carreira e, muito emocionado, dedicou o triunfo ao pai, falecido neste mês.
No momento decisivo da luta, Bandenay foi aplicar um chute e o joelho esquerdo foi de encontro ao rosto de Bravo, que iria entrar nas pernas do peruano. Com o golpe em cheio, o mexicano foi à lona e Bandenay ainda deus duas marteladas para encerrar o combate.
SAM ALVEY IMPÕE MAIS UMA DERROTA A RASHAD EVANS
Sam Alvey x Rashad Evans UFC Mexico (Foto: Getty Images)Sam Alvey venceu Rashad Evanspor decisão dividida no UFC Mexico (Foto: Getty Images)

O jejum do ex-campeão dos meio-pesados Rashad Evans continua, e em breve chegará a quatro anos sem saber mais o que é vencer. Neste sábado, Sam Alvey foi o responsável por impor mais um revés ao experiente adversário, após vencer por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28) em duelo morno do peso-médio. Alvey se recuperou da derrota para Thales Leites na luta anterior, e agora tem 31 vitórias e nove derrotas em seu cartel.
O primeiro movimento da luta foi de Rashad entrando nas pernas de Alvey, que defendeu a tentativa, mas a luta ficou presa durante bom tempo na grade. Mais perto do fim do round, Alvey acertou uma joelhada que pareceu desestabilizar o rival. Mais cansado pela tentativa de levar Alvey ao chão, Rashad não conseguiu ser efetivo nos cinco minutos seguintes, e Alvey conectou melhores golpes. No terceiro e último round, numa luta devagar dos dois lados, um jab de direita encontrou o rosto de Rashad, que respondeu com um cruzado de esquerda.
ALEJANDRO PÉREZ VENCE SOUKHAMTHATH
Alejandro Perez x Andre Soukhamthath UFC México (Foto: Getty Images)Alejandro Perez venceu Andre Soukhamthath, que ficou inconformado após o resultado (Foto: Getty Images)

O mexicano Alejandro Pérez fez a festa da torcida da casa na abertura do card principal na Cidade do México, em combate do peso-galo (até 61,2kg). Por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29), ele venceu Andre Soukhamthath, lutador do Laos, que ficou inconformado com o resultado. Pérez, que vinha de empate na luta com Albert Morales, chegou à 18ª vitória na carreira, que tem ainda seis derrotas.
Apesar de começar a luta disparando golpes mais potentes, Pérez sofreu um knockdown após um jab de Soukhamthath. O mexicano se levantou e respondeu com três chutes na coxa, mas voltou a sofrer um knockdown com novo jab de esquerda de Soukhamthath. No segundo round, logo no início, mais um jab levou o mexicano ao chão, e Soukhamthath resolveu provocar, fazendo o número três diante do adversário no chão. Mas Pérez soltou uma bomba de direita e devolveu um knockdown, caindo por cima do rival. A luta ainda ficou um pouco no chão, mas o mexicano não conseguiu ser efetivo. Nos últimos cinco minutos, com o ritmo menor, Pérez foi para cima tentando recuperar pontos perdidos no início e levou o round.

UFC México
5 de agosto, na Cidade do México
CARD PRINCIPAL (23h no horário de Brasília):
Sergio Pettis venceu Brando Moreno por decisão unânime (49-46, 48-46, 48-46)
Alexa Grasso venceu Randa Markos por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Niko Price venceu Alan Jouban por nocaute técnico a 1m44 do R1
Humberto Bandenay venceu Martín Bravo por nocaute a 26s do R1
Sam Alvey venceu Rashad Evans por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Alejandro Perez venceu Andre Soukhamthath por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
CARD PRELIMINAR (20h no horário de Brasília):
Jack Hermansson venceu Bradley Scott por nocaute técnico aos 3m50 do R1
Dustin Ortiz venceu Hector Sandoval por nocaute aos 15s do R1
Rani Yahya venceu Enrique Briones por finalização aos 2m01 do R1
Jose Quiñonez venceu Diego Rivas por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Joseph Morales venceu Roberto Sanchez por finalização aos 3m56 do R1
Jordan Rinaldi venceu Álvaro Herrera por finalização aos 2m01 do R1
Postar um comentário